Poesia  /  Entre a Cortina e a Vidraça  /  Primeira Advertência Séria

Primeira Advertência Séria

Coaxa o tempo. Zurra quando calha.
Pipila, o coitadinho. À beira charco,
plofa.

Não te iludas.

Testaruda, a besta arrancará
do meandro de túneis
– para bramir, à luz sem uma prega,
o tempo.

Está atento.

gdpr-image
Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site está a consentir na sua utilização.
Caso pretenda saber mais, consulte a nossa política de privacidade