Crónicas  / Já cá não está quem falou  /  Exercício para reciclagem de escritores

Exercícios para reciclagem de escritores

I

Faça um descritivo elucidando se, na sua região, há terrenos de pastagem e se os pastos nascem espontaneamente ou se são semeados. Diga quais são as principais ervas desses pastos e que animais se criam na sua terra. Informe ainda se, na sua região, existem lobos, javalis e outros animais bravios, se se criam muitos animais de capoeira e se há caça. Conclua o seu exercício dizendo como são aí aproveitados os animais e os seus produtos.

 

II

«Estado Novo! Novo Sol nos cobre!
Aquece todos sem ‘squecer nenhum.
Não serve mais o rico do que o pobre
Serve a todos, não serve só a um. »

 

Reproduza em prosa, por palavras suas e desenvolvendo o seu significado, a quadra acima. A propósito conte o que mais souber respeitante ao assunto relacionado com a mesma estrofe.

 

III

Existe algum curso de água na sua terra? Caso afirmativo, como se chama? Donde vem a água geralmente aproveitada para as regas? É para uso doméstico? Há algumas nascentes na sua terra? E lagos ou pântanos? Que engenhos se empregam para elevar a água destinada às culturas de regadio e aproveitá-la como energia motriz? Dentre esses engenhos, quais são os mais usados na sua região?

 

IV

Certa mulherzinha, muito pobre e doente e mãe de quatro filhos, tem o marido ausente, vai para três anos, na capital do Brasil. Há perto de dois anos que este lhe não escreve, apesar de gozar boa saúde, o que se sabe por informações de uns vizinhos chegados há pouco da mesma terra. Como é de supor, são grandes as privações por que tem passado a mulherzinha, pois, assim pobre e doente, não pode sustentar e vestir os seus filhinhos, ainda todos pequenos. Enfim, uma grande desgraça, agravada pela fome, pela doença e pelo abandono do marido. Com estes elementos e a pedido da infeliz mulher, que é analfabeta, redija, em nome dela, uma carta ao marido, narrando-lhe a miséria do quadro e solicitando-lhe ao mesmo tempo, com a maior urgência, todo o amparo e protecção.

 

V

Copie com a sua melhor caligrafia a frase seguinte:

A minha Pátria é a mais linda de todas as Pátrias: merece todos os sacrifícios!

 

«Exercícios para reciclagem de escritores»: A Luta, coluna «A Comarca», 17 de Julho de 1976.